Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

It takes two to tango

Porque o que um não quer, dois não fazem.

It takes two to tango

Porque o que um não quer, dois não fazem.

Telegrama #17

Não sinto falta do outro trabalho. Mas não imaginam a falta imensa que sinto das (minhas) pessoas. Havia laços que se criavam e uma capacidade enorme de receber e integrar no departamento as pessoas novas. Aqui não. É cada um por si. Ninguém almoça com ninguém. Por isso, hoje chamei os meus todos para almoçarem comigo.

Telegrama #15

Tenho um cabelo novo, que pela primeira vez em longos anos está todo da mesma (e da minha) cor. Está com um corte bonito e fácil, que eu desde que o cortei bem em Maio que não quero outra coisa. Sou uma esquisitinha que fazia 120kms para cortar o cabelo, que não me punha nas mãos de ninguém, que tive péssimas experiências. Mas experimentei a Jean Louis David, do C.C. Vasco da Gama (o preço era o mesmo que na Santa Terrinha), arrisquei dizer à cabeleireira "faça o que quiser, à confiança" (não sem antes rezar 20 pai-nossos e 1000 avé marias, que uma pessoa teme!!) e correu tão mas tão bem, que agora tenho um sítio de confiança. Mas atenção. O corte é barato (relativamente...), mas têm que saber dizer não. Não aos cremes, não às espumas, às máscaras, aos selantes, aos óleos. Não. Depois fecham a cara e eles percebem que vocês não vão em cantigas e desistem.

Telegrama #14

Uma pessoa já vai a caminho dos 29 a medo. Uma pessoa sente que já está com uma perna nos 30, que não dá pelo tempo a passar, que não tem aproveitado devidamente. E a família de uma pessoa ainda mete mais lenha na fogueira com coisas tipo "ah, filha, 29 já? Ai, tu vê lá que agora passa tudo num instante!!!"

 

Sábado vou ficar num casulo.

Pág. 1/5