Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O dia do desespero - parte 2

Começa bem cedo o corropio à volta do Computador. Quando cheguei do Trabalho ainda não havia novidades. Por volta das sete cai um e-mail na caixa de correio electrónico. Admissão para entrevista numa escola secundária da Zona. É uma luz, é qualquer coisa. A lista oficial tarda a sair. Passa meia hora. Nada. O site do ministério está em baixo desde o fim da tarde. Mais um bocado. Nada. Sente-se o desespero e não vale a pena dizer ao meu pai para ter calma. Eu já sei como é este dia. Sei desde sempre porque nunca vivemos a realidade da segurança. Toca o telefone. Uma colega recebe a lista no e-mail e tem notícias. O meu pai não foi colocado. Liga para a directora da escola para saber da entrevista. Não vale a pena. Quando as colocações do concurso saíram, as vagas foram preenchidas. Conseguimos consultar a lista do grupo dele. Entre o 85 e o 91 ninguém é colocado. Mas há colocações abaixo. Ele fazia parte dos tristes 6 que ficaram de fora, sem se saber porquê.

 

Desespero. Desemprego. Em 25 anos nunca aconteceu assim. O ano passado foi um erro da escola. Ficou resolvido. E este ano? Até receber qualquer tipo de subsídio são cerca de dois meses. Vale a pena ser professor? Vale a pena dedicar a vida a uma profissão destas? Onde está a justiça neste tipo de concursos? 50 anos de idade e 25 de carreira valem nada. Desempregado. O meu pai está desempregado. E agora?

6 comentários

  • Imagem de perfil

    J.B. 03.09.2012 09:30

    É como dizes. Sinceramente, acho estúpida a desvalorização gradual desta carreira. São, sem sombra de dúvidas, uma das classes mais importantes de qualquer país desenvolvido.
  • Imagem de perfil

    raio-de-luar 03.09.2012 09:58

    São, sem sombra de dúvidas, uma das classes mais importantes de qualquer país desenvolvido.

    E sem querer entrar em demagogias, a verdade é mesmo essa. Um país para ter médicos, economistas, advogados, juízes, contabilistas, farmacêuticos, padeiros, canalizadores, motoristas, e por aí fora precisa de... PROFESSORES nas escolas. Mas a profissão de professor está cada vez mais mal vista como se fosse uma profissão perfeitamente dispensável e desnecessária.
  • Imagem de perfil

    J.B. 03.09.2012 10:03

    Não teria dito melhor. Sem dúvida que isto só não faz sentido na cabeça dos tristes dos nossos Governantes, q fazem licenciaturas relâmpago e não precisam de quem os ensine.
  • Imagem de perfil

    raio-de-luar 03.09.2012 10:17

    Há quem diga que a prostituição é a profissão mais antiga do mundo. Eu tenho para mim que é a de professor. Afinal, até as prostitutas tiveram de aprender ;)
    Para alguma coisa há-de servir 25 anos de serviço. E em breve surgirá uma colocação para o teu pai. Se houver ainda algum resquício de justiça...
  • Imagem de perfil

    J.B. 03.09.2012 10:35

    Sim, eu quero acreditar nisso. De qualquer maneira, ele hoje já foi pôr os papéis para receber o subsídio. E vai ver se dá uma explicações... e eu, idem, que temos todos que ajudar. Mas queria ir viver sozinha com o meu zé, e assim não vai dar :(
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.