Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

It takes two to tango

Porque o que um não quer, dois não fazem.

It takes two to tango

Porque o que um não quer, dois não fazem.

Os amigos, os ex's, o facebook a lealdade.

Ora pois que estou de volta, após um fim-de-semana de encerramento de capítulos que podiam estar mais ou menos encerrados.

 

A questão que vos trago é simples, mas anda aqui a fazer-me uma confusão do catano: Os nossos ex-namorados não nos devem nada. Mas, e os nossos amigos? Não há sempre um dever de respeito que desemboca num dever de lealdade, quando se vêem entre um ex-casal, sendo que só conheceram uma das partes através da outra?

Isto vem a propósito do B.. Já se sabe que o B. tem uma namorada nova. Esta relação já é oficialíssima (leia-se, já consta do Facebook). Até aqui, tudo bem. É normal que custe um bocadinho, até porque traz a sensação de perda definitiva, de uma situação que não volta mais. O B. está com a outra que eu sempre soube que lhe queria saltar para a espinha, e pronto.

 

Os meus amigos prontamente me avisaram da situação. Com todo o cuidado. Disseram mesmo que para eles foi estranho e tal. Eu fiz-me de forte e, passado duas horas, já não me lembrava. Até me virem dizer que uma grande amiga minha (de há muitos anos mesmo) foi lá "botar um like". No meio desta merda toda, aquela caralha foi lá gostar daquilo, porque aquilo é muito lindo. O caralho do homem que arruinou a minha amiga arranjou uma namorada e eu vou gostar, porque tou muito feliz por ele, e ela nunca vai saber. Uma merda, senti-me traída.

 

Não me interpretem mal, não é a questão de escolher lados, tomar partidos, dar razão a alguém ou não dar, nada disso. Ela até podia estar feliz. Não tinha que o demonstrar daquela forma. Até porque eles nem falam. Nada, não há contacto. Sinto que a minha amiga me traiu. É isso. Será que estou a ver tudo mal? De qualquer maneira, estou chateada com ela.

24 comentários

Comentar post