Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

Afinal, falo a cantar

A propósito de um post da Maria das Palavras, dei por mim a desenterrar uma discussão tida nos anos idos da faculdade, em que muito se falava sobre pronúncias, por sermos todos de sítios tão diferentes. E eu dizia que não tinha pronúncia, que na santa terrinha isso não existia, embora durante anos as próprias pessoas de lá admitissem que falavam a cantar. Eu, especial de corrida que sou, não falo a cantar porra nenhuma. Eu não tinha sotaque.

Até que ontem, enquanto falava com uma amiga na estação de comboio, solto a veia marinhense que há em mim e sai um "Ólhaaaa, Xó!" assim. Um olha cantado e um xó desenterrado das profundezas de um falar que já me era estranho. De seguida soltei um "fico quilhada com esta gente", em vez do habitual fodida. E parei, abismada com o que me saía da boca, atónica com a melodia das minhas palavras, feliz porque, tenho sotaque pá! E o sotaque de casa!! Da minha casa que, ultimamente, me tem feito tanta falta.