Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O fim do ano.

Estamos a dia 19 de Dezembro. Caramba, pa, não dei por ele passar. Sinto que não houve nada de relevante e tenho demasiadas memórias tristes. Mais do que memórias boas. "Oh J.B., mas já tens a tua casa! E o Zé!", pois, é verdade. E tenho trabalho, e saúde. Mas parece mesmo que não se passou nada de espetacular, que eu relembre e associe imediatamente a um ano bom.

 

E o final do ano também não parece melhor. Pois que tive que desmarcar as minhas férias, que íam começar na próxima semana e se prolongavam até ao início do ano que vem. E ia para casa da senhora mãe, passava lá essa temporada, o que equivale ao aniversário dela, ao natal, ao meu aniversário e à Passagem de Ano. Não vou a casa há dois meses. Consequentemente, não vejo a famelga há dois meses e os amigos, idem. Tenho saudades deles.

 

Piora quando se faz anos no último dia do ano e a tradição manda almoçar com a família e jantar e passar o ano com os amigos. Até já recebi uma mensagem a questionar "Oh gaja! E como é que vamos passar o ano sem ti?". Pergunto-me o mesmo.

 

Se houve coisa em que este ano foi perito, foi em novas experiências, e passar o ano longe daqueles que me têm acompanhado desde sempre (já nem me lembro há quantos anos...) será mais uma. Não vai ser fácil, acima de tudo, será estranho e diferente. De qualquer maneira, os meus amigos estão sempre comigo, sempre no meu pensamento, e irei sentir a falta deles.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.