Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

E esse fim-de-semana, como foi?

Do concerto de Ornatos Violeta, na Sexta-feira, só posso dizer uma coisa: absolutamente BRUTAL! Lamento é o facto de haver gente que só vai a concertos para filmar, tirar fotos com os amigos incomodando todas as outras pessoas que estão ao lado ou atrás, porque têm que se inclinar assim ou assado (posers) e para fazer posts em directo no FB. Ah, outra coisa, as pessoas grandes deviam ficar sempre mais atrás, para permitir que metro e meio de gente como eu consiga ver sem parecer um suricata a espreitar da toca. Mas, independentemente de tudo, foi maravilhoso e, se eu fosse uma gaja rica, tinha ido os três dias. Com muita pena minha, não sou e a cultura neste país é em caro para carteiras pequenas como a minha.

 

O Sábado foi uma merda com uma dor de cabeça gigante que quase me impedia de ir beber café com uma amiga. A paga veio depois, tendo que apanhar uma merda de um taxi para ir para casa e ir a correr para a casa de banho despojar o estômago de tudo o que continha, que era muito pouco. Ok, dispensavam isto, mas é para verem o grau das dores de cabeça que tenho.

 

Ontem... ontem assinei o contrato de arrendamento, e fiquei muito em contente. Esta semana já me dão as chaves para ir lá despejando merdas. Estou, escusado será dizer, desertinhaaaaa para dormir em MINHA casa.

Um dia = um post

(Manhã)

 

Hoje acordei com a música dos Ornatos Violeta, Dia Mau, na cabeça. Não é, de todo, um dia mau, hoje. Mas começa a fazer sentido. De qualquer modo, é dia do concerto, e eu estou em pulgas!!

 

A colega abusada acabou de me pedir o n.º da minha conta para que uma prima/tia/avó/sobrinha lhe faça um depósito. Diz "Pode ser? Depois levantas o dinheiro à hora de almoço?" e eu abano a cabeça e digo que sim... se o dinheiro existir. Que eu cá não faço adiantamentos nem "vendo fiado" depois do fiasco.

 

Ontem à noite tive saudades de ter um namorado. Apetecia-me estar enroscada com alguém no sofá a ver TV. Só isso. Mais nada.

 

Vai ecoando, na minha cabeça "Não havendo amor de volta, nada impede a fonte de secar".

 

O Garoto veio aqui hoje. Falou-me. Deve estar doente... ou então vai ser pai, sei lá... De qualquer maneira hoje estou em dia sim e acho que ele vai bater com os cornos na parede e pensar "O que é que eu fui fazer, f*da-se, que devia era ter ficado sugadito com a Garota em vez de ter voltado a comer arroz.".

 

E não é que depositaram mesmo o dinheiro à colega abusada? E se eu "abusasse" e retivesse o dinheiro na minha conta? A título de, sei lá... pequeno abatimento de dívida?

 

Lembram-se do Romantico? Não é que eu escrevo no FB "Este mundo é do tamanho de uma ervilha" e ele acha que me pode vir atormentar no chat, dizendo: É o mundo e a tua cabeça! levou logo com um "Se assim fosse, namorava contigo" e calou-se.

 

(Tarde)

 

É a loucura da aproximação do concerto de Ornatos Violeta.

 

A colega abusadora diz que sonhou que eu lhe ia bater à porta, para apresentar o homem da minha vida, e que, detrás de mim sai, todo sorridente, o Garoto, com um tonner vermelho/rosa na mão.

 

Mas agora, pensando bem, gostava que o Garoto fosse o homem da minha vida... se é que isso existe. Existirá? Não vale a pena entrar por aí. De qualquer maneira, se fosse ele era fixe. Porque, quando falamos, damo-nos muito bem.

 

Continuo sem perceber porque é que nós só nos lembramos das melhores respostas/atitudes quando a "cena" já lá vai... ali longe....

A colega louca.

A colega louca ontem teve uma tentativa frustradíssima de "meter ferrinhos". Começou por dizer que o Garoto "anda de roda" de uma colega nova (casada.. e filha de uma outra colega, por sinal chefe do Garoto.). E eu ria, cá dentro, por achar ridículo o comentário. Mas depois ainda avança com um "Ahhh, mas ela parece-me fresquinha!!!". Ora, o que eu ainda não vos disse foi que ela conhece esta nova colega desde pequena. E, enquanto almoçavamos, dissertou sobre esse aspecto e o facto da nova amiga ser uma querida e joia de menina. Para depois dizer isto. Não é ser mau e meter ferros? Bem se tramou, que eu disse logo que não tinha opinião formada, o que é bem verdade. Não posso com gente intriguista.

Memória selectiva?!

 

Eu sou assim, lembro-me de tudo ao mais ínfimo pormenor. Talvez por ter tantas memórias, tão claras e vívidas me seja difícil largar e seguir em frente. Mas não me esqueço de nada. Garanto-vos! Por exemplo, lembro-me exactamente da primeira vez que o Garoto me falou. Das palavras exactas. Consigo dizer-vos ipsis verbis o que falámos no nosso primeiro encontro. Lembro-me das primeiras vezes que saí com o Falecido, do que acontecia quando ía ter com ele a Aveiro, desde o momento em que punha os pés no comboio até voltar a Lisboa. Tu-do!

 

E vocês, conseguem bloquear este tipo de memórias?

Incrível...

Num Tumblr que encontrei sobre desejos para 2012, descobri que há muita gente que gostava de encontrar, este ano, um namorado fofinho. Eu, depois de Falecido e Garoto, desejo mesmo é não encontrar mais ninguém até ao fim do ano.