Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

Companheiro.

com·pa·nhei·ro 
(companha + -eiro)

adjectivo

1. Que acompanha ou faz companhia.

2. Que anda junto.

3. Que está sempre ligado a outro.

substantivo masculino

4. Aquele ou aquilo que acompanha ou que faz companhia.

5. O que vive na mesma casa.

6. Pessoa que partilha com outra(sa profissãoas mesmas funçõesa mesma colectividade. 

7. Pessoa que tem com outra ou outras uma relação de amizade ou camaradagem. 

8. Membro de um casalrelativamente ao outro. 

9. Forma de tratamento amigável (ex.: precisa de ajudacompanheiro?). 

"companheiro", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
 
Ontem, enquanto falava com Casa, disse-lhe que uma das coisas mais bonitas que vejo nas gentes do meu Partido é o tratar do marido/mulher, namorado/namorada por companheiro.
Vejo nisto um doçura inimaginável, um respeito pelo outro enquanto individuo que, juntamente connosco, percorre a jornada da vida. Acentua-se a beleza desta palavra, empregue nestas circunstâncias, porque me lembro do meu avô falar da minha avó como a sua companheira. E, bem sabemos, se vem da boca do meu avô, é sempre mais bonito.
Na verdade, não quero mais que isso, se é que quero alguma coisa. Alguém que me acompanhe, que partilhe comigo a vida e me ajude a ser o melhor de mim. Alguém que eu possa acompanhar e ajudar a ser o melhor de si. Um parceiro na vida. No bom e no mau. Que desçamos juntos o rio do tempo. Numa canoa. Remando em frente. Permitindo o descanso momentâneo do outro. 
No fundo, alguém que saiba que sou eu, individuo por mim, que não depende de ninguém, mas que com o outro certo, pode ser melhor.
E alguém que, em dias como o de ontem, me dê um abraço. Foda-se, que ontem precisei tanto de um abraço.