Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

O Manifesto da Garota

"Desabafos resultados de fraquezas", música, politiquices, opiniões gratuitas e posts sem conteúdo. Acima de tudo, vida, muita vida!

Feliz 2019

Já falei aqui umas quantas vezes sobre tatuagens, em particular as minhas. A primeira tatuagem que fiz, em 2003, marcou o início de um longo percurso. Vejo as tatuagens como uma arte e, se a primeira tinha toda um significado altamente profundo, a verdade é que vejo que a ideia de "tatuagens com significado" tem mudado comigo.

Faço tatuagens que entendo bonitas e normalmente para fechar ciclos. Nas onze identifico momentos-chave na minha vida, crescimento. Tenho em mim o dia em que o meu pai emigrou para o Brasil, a minha resiliência para ultrapassar vários problemas, a sabedoria que venho adquirindo. Tenho em mim o fim de D. Baby-Gadelhudo, o meu amor à música, dois grandes amigos que já foram, o meu irmão, o divórcio dos meus pais. 

Tenho em mim a luta das mulheres, que mesmo fortes como um raio, se deixam apanhar por homens que não as merecem, e a genialidade do Pessoa que me fala ao coração.

No dia 31 de Dezembro fiz 31 anos, e marquei em mim mais uma fase. No dia 31 de Dezembro, aos 31 anos, fechei a porta de Casa, e mudei-me. 

IMG_20190101_192941

As tatuagens ajudam-me a lidar com coisa. O acto físico de fechar o assunto, ajuda-me a resolver e a seguir em frente.

Dois mil e dezanove vai ser um ano bom, tenho a certeza disso. Espero, do fundo deste coração de remendos, que para vocês também seja.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.